Logo Topo

Blog

A relação dos tratamentos estéticos com os cuidados pós-operatórios

16/03/2017, por Dra. Luíza Hoscheidt

O sucesso de uma cirurgia plástica não depende somente do ato cirúrgico. A preocupação com os cuidados no pré e pós-operatório tem demonstrado fator imensurável como prevenção de possíveis complicações e promoção de um resultado estético mais satisfatório.

A maioria das pessoas não sabe, mas os tratamentos estéticos tem uma relação de grande importância com a recuperação de inúmeros tipos de cirurgia plásticas, dentre as mais comuns estão a Lipoaspiração, Abdominoplastia, Mastopexia, Mastoplastia de Aumento e Lifiting Facial, isto ocorre pelo fato de que em algumas dessas cirurgias plásticas é realizado deslocamento de pele e infiltração de líquido durante o procedimento cirúrgico, o que gera uma grande retenção de líquidos nas regiões operadas e até mesmo inchaço global.

Os tratamentos estéticos utilizados no pós-operatório de cirurgias plásticas tem como principais objetivos a redução do inchaço, a manutenção dos movimentos, aperfeiçoamento das cicatrizes e prevenção ou redução das aderências cicatriciais. Além disso, ajudam a diminuir equimoses (roxos), fibroses, melhoram a circulação sanguínea e o retorno venoso, aumentam a oxigenação tecidual e diminuem o tempo de recuperação após a cirurgia plástica.

Dentre os tratamentos estéticos mais indicados durante o pós-operatório de cirurgia plástica, podemos destacar a drenagem linfática, o ultrassom de alta potência, vacuoterapia e a radiofrequência. Mas é importante salientar que cada uma dessas técnicas, tem um período correto para ser utilizada, e que a imperícia na realização das mesmas pode causar complicações pós-operatórias que podem comprometer o resultado final da cirurgia.

Na clínica Perfektion dispomos de todos os equipamentos e técnicas necessárias para os tratamentos pós-operatórios, afim de garantir o melhor resultado possível em todas as cirurgias. Além disso, o trabalho aqui é em equipe, o pós-operatório sempre é feito através de prévia avaliação e discussão dos profissionais para buscar sempre o pré e pós-operatório mais indicado para cada caso.

Você sabe a diferença entre Epilação x Depilação?

24/02/2017, por Dra. Luíza Hoscheidt

Desde a época de Cleópatra, no Egito Antigo, as mulheres se depilavam. Relata-se que elas foram as primeiras a utilizar argila, o extrato de sândalo e o mel de abelha, ingredientes que deram origem as ceras que são usadas atualmente para a remoção dos pelos. Sacerdotisas do tempo de Creta chegavam a tomar bebidas entorpecentes para aliviar a dor durante o processo de depilação do corpo inteiro. Conta- se que no Brasil os índios Xavantes utilizavam a ponta dos dedos para arrancar as sobrancelhas.

Por isso constata-se que a questão de eliminar pelos é muito mais diversificada e antiga do que se pensa. Envolve culturas, crenças, religiosidade ou simplesmente o gosto estético.

Existem dois termos que expressam a remoção dos pelos de diferentes áreas do corpo, são eles, Epilação e Depilação.

Quando nos referimos a palavra Depilação, nos referimos as técnicas de remoção de pelo em que apenas a parte do pelo que fica à superfície da pele é removida, não existindo qualquer relação com as partes do pelo que se localizam em outras regiões da pele. Dentre as técnicas podemos citar, como exemplo, as lâminas, cremes e espumas depilatórias.

Já o termo Epilação é utilizado quando nos referimos as técnicas em que os pelos são removidos inteiros desde a raiz, incluindo as porções abaixo da pele e o bulbo piloso, que trata-se da região onde o pelo é gerado. Entre as técnicas que fazem esse tipo de remoção estão incluídas as ceras quentes ou frias, pinças, laser, luz pulsada e outro tipo de tecnologia que atua através da luz.

Atualmente, aqui na Perfektion, trabalhamos com o método de Epilação a Laser utilizando o Laser Milesman, que trata-se de uma remoção duradoura que apresenta os melhores resultados e com um número menor de sessões.