Logo Topo

Blog

Beleza labial

24/06/2015, por Dr. Charles

Você já reparou que nove entre dez mulheres elegem o batom como item indispensável no nécessaire? E não é sem motivo: uma boa camada de cor é capaz de realçar a feminilidade e dar um toque de glamour ao rosto de forma instantânea. Mas se antes os truques de make eram suficientes para dar uma turbinada nos lábios, hoje em dia, a ala feminina está muito mais exigente, buscando resultados mais visíveis e duradouros. Para quem não nasceu com esse atributo poderoso, ou do contrário, exibe uma boca grande demais, existem diversas opções de preenchimento e correção que prometem esculpir lábios no tamanho ideal para o rosto.

Lipoenxertia
O que é: procedimento cirúrgico que aumenta o volume dos lábios e melhora seu contorno.
Como funciona: a técnica é realizada com anestesia local com ou sem sedação. O próximo passo é a retirada de gordura de outra área do corpo da paciente, como abdômen, flancos e coxas, com o auxílio de microcânulas bem fininhas. Compressas geladas e medicamentos anti-inflamatórios são indicados para reduzir o desconforto e o inchaço”, diz. A exposição solar deve fica vetada enquanto houver cicatrizes, para evitar manchas e edemas maiores. Vale ressaltar que o efeito dessa técnica é temporário e dura de seis meses a um ano. Depois o organismo reabsorve a gordura e é preciso fazer uma nova aplicação.

Queiloplastia de aumento
O que é: cirurgia que promove o aumento do vermelhão do lábio, conferindo mais volume à boca. Também é conhecida como bardotização, em referência à atriz francesa Brigitte Bardot.
Como funciona: depois de aplicar a anestesia local, que pode ou não vir acompanhada de sedação, o médico faz uma incisão acima do contorno labial, eliminando uma pequena faixa da pele do rosto. Então, ele puxa e reposiciona os lábios na direção externa, deixando a região vermelha mais evidente. A cicatriz é fina e sutil e pode ser facilmente disfarçada com maquiagem. O ideal é evitar os banhos de sol por um mês e preferir comidas macias e frias nos primeiros dias, para que a mastigação não se torne dolorosa. Não é preciso refazer o procedimento, pois seu resultado é definitivo.

Livre-se do excesso
Se por um lado as mulheres apreciam o volume labial, a coisa muda de foco quando eles são grandes demais. É que nesses casos em vez de conferir charme, eles prejudicam a harmonia do rosto.

Queiloplastia de redução
O que é: cirurgia que retira o volume excessivo nos lábios.
Como funciona: a cirurgia é feita sob anestesia local ou bloqueio do nervo infraorbitrário, responsável pela transmissão do estímulo doloroso na região. Através de uma pequena incisão na parte interna dos lábios, o cirurgião retira com seringa ou cânula a porção excedente de volume. Para melhorar o aspecto inchado do pós-operatório, que pode durar até dez dias, são indicadas compressas de gelo e alimentação macia. Nesse período, a paciente deve evitar também os movimentos bruscos durante a fala. Segundo o cirurgião plástico José Badim (RJ), recomenda-se fugir do sol por pelo menos um mêspara não favorecer o surgimento de manchas. Como o corte é feito na parte interna do lábio, a cicatriz fica escondida. O procedimento dura em média 45 minutos e tem efeito definitivo.

Se caiu, é só levantar!
Se não bastassem as indesejáveis ruguinhas, existem ainda outros prejuízos causados pelos avanços da idade. Um deles é a perda de tônus muscular, que pode deixar o canto superior do lábio caído e a expressão, consequentemente, triste.

Lifting Facial do terço médio
O que é: “essa cirurgia plástica objetiva o reposicionamento do sistema aponeurótico superficial, que engloba a pele e os músculos da face”, O procedimento é mais longo e dura média de duas a três horas. No entanto, não é necessária internação e a paciente pode ir para casa no mesmo dia. Para não tensionar a área operada e evitar roxidões, é recomendado repouso total de pelo menos sete dias e proteção solar intensa por três meses. “Os edemas e o inchaço diminuem depois da primeira semana. Aí a paciente já pode retomar suas atividades de forma gradual e, é claro, com cautela”.

Às vezes, menos é mais. . .
Você já deve ter visto na TV que o desejo de exibir lábios carnudos leva algumas celebridades a cometer exageros. O resultado, nesses casos, é uma fisionomia pesada e artificial. Para não se tornar vítima desse mesmo deslize, ter de amargar meses de insatisfação (até que parte do material injetado seja absorvido pelo organismo) ou recorrer a procedimentos corretivos, a dica é ter cautela e aumentar o volume aos pouquinhos. “Mudanças radicais muitas vezes deixam as pacientes arrependidas. Afinal, por mais que a moda dite o ideal de lábios volumosos, as características do rosto de cada pessoa devem ser consideradas para criar uma feição harmônica”, destaca Alexandre Barbosa. Por isso, comece devagar e, se não estiver segura sobre o tamanho desejado, opte por uma técnica de resultado temporário. Assim, se achar que o aumento ficou sutil demais, você pode turbinar um pouco mais a região quando chegar a época de fazer o retoque.

ENTRAMOS NO CLIMA DO DIA DOS NAMORADOS, ESTAMOS CHEIOS DE NOVIDADES!

08/06/2015, por Equipe Perfektion

O site da Clinica Perfektion está ficando cada vez mais interativo. Estamos atualizando freqüentemente as informações. Criamos o nosso blog para que a atualização fique mais próxima do nosso dia-a-dia. Esperamos que vocês façam  comentários e  passem sugestões de temas a serem discutidos. Afinal, nosso foco é você.

Estamos trabalhando num grande projeto em que nossas modelos do site serão estreladas apenas por nossas pacientes. Afinal, trabalhamos para resgatar auto-estima e percebemos que a mudança é visível. Obviamente, apenas pacientes que autorizarem. Vamos postando sempre que uma nova modelo nossa entrar no ar. Porque para nós não existe cosmético melhor para atingir a beleza que a felicidade.

Além disso, como o clima de romance está no ar...

Nossa equipe se reuniu e vamos presentear nossos pacientes facilitando as condições de pagamento para que você realizar seu procedimento através da Clinica Perfektion. Haverá um desconto para os valores a vista e estendemos formas de parcelamento para os pagamentos realizados até o final de junho. Entre em contato com nossos telefones e obtenham mais informações.

Até a próxima!

Equipe Perfektion

Tel 51 3517-0000 / 51 8162-4800

TRANSPLANTE DE FACE

07/06/2015, por Dr. Charles Farias

 

 

Sempre me emociona ver a evolução da cirurgia plástica. Aos 37 anos, o americano Richard Norris realizou o transplante de rosto mais complexo até agora, refazendo a face desfigurada por um acidente com arma de fogo. Neste mês, dois anos após a cirurgia, Norris deu uma entrevista para a revista masculina "GQ" em que conta sobre sua nova vida, as dificuldades com os medicamentos e a nova namorada - que conheceu por causa do transplante. 

Pelo resto da vida, Norris terá que tomar cinco comprimidos por dia para manter o sistema imunológico com 50% da força: forte o suficiente para evitar vírus e bactérias comuns, mas não tão forte para atacar a nova face. Ele também visita os médicos todos os meses e deve evitar qualquer coisa que atinja o corpo como fumar ou tomar muito sol.

"O Richard é um rato de laboratório. (...) Eu não acho que ele vá um dia ser capaz de trabalhar em uma vida normal. Ele passa seu tempo nos hospitais, com todos apontando para ele, estudando-o. Um chefe não quer alguém que ficará ausente 99% do tempo", diz a mãe de Richard, Sandra, que também disse à revista que eles estão "abaixo da linha da pobreza".

A operação de 36 horas de duração, feita entre 19 e 20 março de 2012 no Centro Médico da Universidade de Maryland (leste dos EUA), foi "o transplante de rosto mais extenso realizado até agora, incluindo as duas mandíbulas, dentes e língua". "O transplante incluiu todos os tecidos moles do rosto, do couro cabeludo até o pescoço, inclusive os músculos subjacentes, que permitem as expressões faciais e os nervos sensoriais e motores", explicou o chefe da equipe de cirurgiões, doutor Eduardo Rodríguez.

Durante os últimos 15 anos, Norris viveu recluso, usando uma máscara cirúrgica, fazendo compras durante a noite para evitar os olhares dos outros. Agora é possível levar uma vida normal. Americano celebra nova vida após se recuperar de transplante de face. 

COM A PROXIMIDADE DO INVERNO, CHEGAMOS A ESTAÇÃO DOS PEELINGS

05/06/2015, por Dr. Charles Farias

Peeling

O inverno é a melhor época para fazer tratamentos de renovação celular, como os peelings químicos. Eles são um tipo de procedimento capaz de corrigir marcas, manchas e muitas das alterações decorrentes do envelhecimento. Além disso, melhoram a aparência e a qualidade da pele. 

Com a ausência do sol forte durante a estação fria do ano, fica mais fácil clarear essas manchas e reduzir pequenas imperfeições que, muitas vezes, são adquiridas no verão, pelo excesso de exposição à luz solar. 

O peeling á antigo. Há relatos que remetem à Antiguidade, quando Cleópatra se banhava com leite azedo (ácido lático). As mulheres da Idade Média usavam vinho azedo (ácido tartárico) para promover uma pele limpa, acetinada e rosada. Mas somente a partir do fim de 1800 é que os peelings chegaram à Medicina - e os médicos passaram a usá-los de forma científica para o tratamento da pele, com substâncias como o ácido salicílico, o resorcinol, o fenol e o ácido tricloroacético (ATA). 

Hoje eles estão divididos em peelings químicos superficiais, médios e profundos, de acordo com o nível que atingem na espessura da pele. Isso determina uma menor ou maior renovação da derme. Saiba como são, para que servem e qual o melhor para o seu caso. 

PEELINGS QUÍMICOS SUPERFICIAIS 
São os que determinam uma aplicação sucessiva que pode variar de 7 dias a 1 mês; não necessitam de nenhum tipo de anestesia; as complicações médicas são raras e têm indicação nas peles com acne, alguns tipos de manchas leves e envelhecimento discretíssimo, que pode ocorrer já a partir dos 25 anos de idade. As substâncias envolvidas mais comuns são ATA, ácido salicílico, ácido retinoico e ácido glicólico. 

Durante a aplicação pode haver um leve ardor tolerável e discreta vermelhidão, dependendo da substância em questão. Nos 3 a 4 dias subsequentes, uma descamação aceitável, corrigida com hidratantes e o uso imperativo do filtro solar, elemento obrigatório na recuperação de todos os tipos de peeling. Novidade nessa área, principalmente para quem quer eliminar manchas e rejuvenescer, é o método Melanin Care: consiste no uso de dois tipos de cremes despigmentantes de uso diário pelo paciente em casa, associados à realização de 4 a 5 peelings, semanais. Não esquecendo da manutenção dos resultados, obtida com a não-exposição solar e o uso correto de filtros solares. 

PEELINGS QUÍMICOS MÉDIOS 
De aplicação semestral, podem necessitar algum tipo de anestesia, dependendo da tolerabilidade à dor de cada um - desde um creme anestésico, passado de 30 minutos a 1 hora antes da sessão, até sedação leve ou bloqueio anestésico da área a ser tratada. As complicações do método são também raras, mas pode haver um aumento mais pronunciado das manchas ou vermelhidão prolongada da pele. Dermes que apresentam envelhecimento mais pronunciado, com sardas e manchas, se beneficiam muito desse tipo de peeling. As substâncias envolvidas são ATA (uma versão mais potente do que a usada nos peelings superficiais) e fenol sem oclusão, isto é, sem cobrir com nenhum tipo de curativo a região tratada com essa substância. A recuperação da pele, nesses casos, se dá, em média, em 10 dias, pois existe a formação de uma crosta de aspecto amarronzado, que se destacará nesse período e dará lugar a uma pele avermelhada, que paulatinamente retornará, em um mês, ao seu estado natural. 

PEELINGS QUÍMICOS PROFUNDOS 
Sempre efetuados sob sedação, com algum tipo de anestesia local ou geral, são mais indicados para aquelas peles bem claras e que tenham um grau acentuado de envelhecimento e manchas, a partir dos 50 ou 60 anos de idade. O ideal é que sejam feitos com monitoração cardíaca da pessoa que está sendo submetida ao peeling - pelas possíveis complicações com a absorção da substância que é utilizada sob oclusão, o fenol. Ele é aplicado sobre a pele e deixado com curativo por 24 a 48 horas, quando então é removido. Há inchaço e eliminação importantes de líquidos pela pele, seguidos por formação de uma crosta grossa e marrom que terá seu destacamento total numa média de 15 dias. Na sequência, uma vermelhidão ocorrerá por, no mínimo, de 2 a 3 meses após a realização do peeling. 
 

Com essas dicas você já está apto(a) a entender o que seu médico terá a lhe oferecer como tratamento de pele e peeling químico neste inverno - momento ideal, pois os dias mais frios garantem uma recuperação mais rápida, com menos riscos de surgirem manchas e inchaço. 
 

AFINAL, QUAIS SÃO AS ORIENTAÇÕES DO PRÉ E PÓS OPERATÓRIO DA ABDOMINOPLASTIA?

04/06/2015, por Dr. Charles Farias

Orientações pré-operatórias:

- Jejum de 8 horas antes da cirurgia (não devem ser consumidos nem líquidos, nem sólidos)
- Levar os exames de sangue e o eletrocardiograma
- Levar o modelador. Lembre-se de experimentar antes sempre. Os modeladores são as cintas pós operatórias, em geral, voce já sairá da cirurgia com o modelador no corpo.  
- Comparecer ao hospital 2 horas antes com acompanhante. Levar documento de identidade, Checar o endereço. 
- Evitar o uso de aspirina ou medicamentos que interferem com a coagulação sanguínea nos 10 dias que antecedem a cirurgia.

Orientações pós operatórias:

- não se expor ao sol
- repouso em posição semi-sentada
- caminhar com o tronco fletido por 7 dias
- trocar as gases quando necessário
- tomar os medicamentos prescritos (analgesicos, anti-infamatorios e antibioticos). Em geral prescrevemos o Tylex 30 mg 8/8 horas, a Nimesulida 100 mg de 12/12 horas e a Cefadroxila 500 mg de 12/ 12 horas. Cada paciente é um caso. Sempre levamos em consideração alergia ou não. 
- checar o agendamento do retorno ao consultório. Muitas vezes a abdominoplastia tem um dreno que em gerla é retirado entre 3 a 5 dias. 
- agendar as sessões de drenagem linfática. O ideal é realizar pelo menos 10 sessões. 2 a 3 vezes por semana. Procure um profissional experiente. Veja as indicações do médico. 
- agendar a retirada dos pontos até o 21o. dia. Os pontos vão sendo retirados dependendo de cada caso. Tem pessoas que retiramos com 10 dias e outras com 21 dias. 
- agendar a consulta de fotos pós-operatórias com 60 dias.O retorno é importantra para realizar o acompanhamento. 

Se quiserem perguntar alguma duvida, usem os comentários.  Estamos a disposição.

Bruna Garcia 20/06/2015 às 13:46

Nao vejo a hora de fazer a minha!!!!


1 Comentários

Bichectomia

23/05/2015, por Dr. Charles

Bichectomia

Bola de Bichat ou Corpo Adiposo Bucal (Buccal Fat Pad, em inglês) é uma estrutura gordurosa presente na face, na região da bochecha. 

Quando aumentada, essa gordura pode alterar o formato do rosto, deixando-o arredondado.- A cirurgia para retirar o excesso da Bola de Bichat é chamada de Bichectomia e pode ser feita com anestesia local, com ou sem sedação. A incisão é por dentro da boca, sem cicatrizes aparentes, e o procedimento dura em torno de 40 minutos.

Trata-se de uma técnica descrita em 1980, já consolidada mundialmente no meio científico, mas pouco difundida aqui no Brasil.

Qual o tempo de recuperação da Bichectomia? O processo de recuperação é muito semelhante à extração de um dente do siso.  O inchaço é variável de indivíduo para indivíduo, mas normalmente dura em torno de uma semana, sendo mais intenso nos 3 primeiros dias. Nessa primeira semana, o ideal é fazer um repouso relativo, evitando esforço físico e exposição ao sol.  Não é preciso afastamento do trabalho, além de 2 a 3 dias, desde que o inchaço não seja um fator comprometedor.

Quais os riscos da Bichectomia? Por ser um procedimento de pequeno porte, os riscos são mínimos. Existem algumas complicações possíveis, como em toda cirurgia (sangramento, infecção, etc.) e outras mais específicas, mas igualmente raras (lesão de nervo, assimetria, ressecção em excesso).

Se eu emagrecer, essa gordura não some sem eu precisar fazer a cirurgia? A Bola de Bichat é uma das últimas gorduras a serem consumidas pelo organismo. Ela só diminui quando o indivíduo já queimou praticamente todas as outras.

Quando eu envelhecer, meu rosto não vai ficar flácido se eu fizer a Bichectomia?  Independentemente da Bola de Bichat, nosso rosto vai ficando flácido com a idade. Alguns estudos mostram que a Bola de Bichat pouco se altera com a idade. Mas, de qualquer forma, há sempre a preocupação em não exagerar na ressecção.

Tenho as bochechas grandes, como saber se a Bichectomia é a solução para mim? Só um médico especializado poderá avaliar e indicar o melhor tratamento para o seu caso.  Algumas vezes, a causa de um rosto mais largo pode ser a hipertrofia do músculo masseter e isso também é facilmente tratado através da injeção da toxina botulínica (Botox). Um acúmulo de gordura abaixo do queixo (papada) também pode dar um aspecto arredondado à face e o tratamento disso é a lipoaspiração dessa região. Se houver uma flacidez de pele, o lifting facial deve ser considerado em conjunto com a Bichectomia e outros procedimentos, se necessários.

Para maiores esclarecimentos agende sua consulta.

Uilian Loose 26/05/2015 às 21:15

Muito interessante o post. Uma cirurgia pouco divulgada e que ventila várias curiosidades. Parabéns pelo texto.


1 Comentários

Silicone sem mistérios

21/05/2015, por Dr. Charles

Os implantes de silicone mamário já ultrapassaram os 50 anos de uso. Esse é o procedimento mais popular dentre as cirurgias plástica realizadas por nossa clinica.

Lembro muito bem da minha primeiro implante mamário que foi um par de implantes de 175 ml. E, modéstia parte, foi um belíssimo resultado. Porém os anos se passaram, os implantes aumentaram e a média do tamanho hoje é o dobro do volume.

Hoje, o volume médio fica próximo de 350 ml de silicone. Os implantes evoluíram não só em tamanho, perfil, e composição do implante. Os implantes estão mais cônico, isto é, com uma base menor e maior projeção. São denominados implantes super altos, ultra altos ou cônicos, dependendo da marca do implante utilizado.

A incisão para a colocação dos implantes, podem ser submamários (inferior a mama), periareolar (ao redor da aréola) ou transaxilar. A melhor opção depende de cada paciente, do corpo, do tamanho da aréola, do estilo de vida. Enfim, é uma escolha feita caso a caso.

Determinar o tamanho do implante é causa de maior ansiedade da paciente. No consultório, algumas frases se repetem:

"Não quero enorme, mas quero que faça uma diferença"

"Minha amiga colocou 350 ml e eu acho enorme"

Mas, a realidade é que cada pessoa tem uma estrutura diferente da outra. Formato da mama, quantidade de pele, peso e altura. Assim, determinar o tamanho depende de cada paciente. E, 9 em cada 10 mulheres, depois de colocar os implantes, dizem a seguinte frase

"poderia ter colocado um pouquinho maior ..."

Então, o importante é compreender que cada pessoa tem um biotipo e a escolha do procedimento é individualizado e único. Lembre-se que você é única e cada caso é um caso.

DICA:

Faça a consulta, questione, discuta com seu médico os tamanhos, anote suas dúvidas e boa sorte! Bem-vinda ao mundo das turbinadas!

Anterior 1 2