Logo Topo

Blog

Bichectomia

23/05/2015, por Dr. Charles

Bichectomia

Bola de Bichat ou Corpo Adiposo Bucal (Buccal Fat Pad, em inglês) é uma estrutura gordurosa presente na face, na região da bochecha. 

Quando aumentada, essa gordura pode alterar o formato do rosto, deixando-o arredondado.- A cirurgia para retirar o excesso da Bola de Bichat é chamada de Bichectomia e pode ser feita com anestesia local, com ou sem sedação. A incisão é por dentro da boca, sem cicatrizes aparentes, e o procedimento dura em torno de 40 minutos.

Trata-se de uma técnica descrita em 1980, já consolidada mundialmente no meio científico, mas pouco difundida aqui no Brasil.

Qual o tempo de recuperação da Bichectomia? O processo de recuperação é muito semelhante à extração de um dente do siso.  O inchaço é variável de indivíduo para indivíduo, mas normalmente dura em torno de uma semana, sendo mais intenso nos 3 primeiros dias. Nessa primeira semana, o ideal é fazer um repouso relativo, evitando esforço físico e exposição ao sol.  Não é preciso afastamento do trabalho, além de 2 a 3 dias, desde que o inchaço não seja um fator comprometedor.

Quais os riscos da Bichectomia? Por ser um procedimento de pequeno porte, os riscos são mínimos. Existem algumas complicações possíveis, como em toda cirurgia (sangramento, infecção, etc.) e outras mais específicas, mas igualmente raras (lesão de nervo, assimetria, ressecção em excesso).

Se eu emagrecer, essa gordura não some sem eu precisar fazer a cirurgia? A Bola de Bichat é uma das últimas gorduras a serem consumidas pelo organismo. Ela só diminui quando o indivíduo já queimou praticamente todas as outras.

Quando eu envelhecer, meu rosto não vai ficar flácido se eu fizer a Bichectomia?  Independentemente da Bola de Bichat, nosso rosto vai ficando flácido com a idade. Alguns estudos mostram que a Bola de Bichat pouco se altera com a idade. Mas, de qualquer forma, há sempre a preocupação em não exagerar na ressecção.

Tenho as bochechas grandes, como saber se a Bichectomia é a solução para mim? Só um médico especializado poderá avaliar e indicar o melhor tratamento para o seu caso.  Algumas vezes, a causa de um rosto mais largo pode ser a hipertrofia do músculo masseter e isso também é facilmente tratado através da injeção da toxina botulínica (Botox). Um acúmulo de gordura abaixo do queixo (papada) também pode dar um aspecto arredondado à face e o tratamento disso é a lipoaspiração dessa região. Se houver uma flacidez de pele, o lifting facial deve ser considerado em conjunto com a Bichectomia e outros procedimentos, se necessários.

Para maiores esclarecimentos agende sua consulta.

Uilian Loose 26/05/2015 às 21:15

Muito interessante o post. Uma cirurgia pouco divulgada e que ventila várias curiosidades. Parabéns pelo texto.


1 Comentários

Silicone sem mistérios

21/05/2015, por Dr. Charles

Os implantes de silicone mamário já ultrapassaram os 50 anos de uso. Esse é o procedimento mais popular dentre as cirurgias plástica realizadas por nossa clinica.

Lembro muito bem da minha primeiro implante mamário que foi um par de implantes de 175 ml. E, modéstia parte, foi um belíssimo resultado. Porém os anos se passaram, os implantes aumentaram e a média do tamanho hoje é o dobro do volume.

Hoje, o volume médio fica próximo de 350 ml de silicone. Os implantes evoluíram não só em tamanho, perfil, e composição do implante. Os implantes estão mais cônico, isto é, com uma base menor e maior projeção. São denominados implantes super altos, ultra altos ou cônicos, dependendo da marca do implante utilizado.

A incisão para a colocação dos implantes, podem ser submamários (inferior a mama), periareolar (ao redor da aréola) ou transaxilar. A melhor opção depende de cada paciente, do corpo, do tamanho da aréola, do estilo de vida. Enfim, é uma escolha feita caso a caso.

Determinar o tamanho do implante é causa de maior ansiedade da paciente. No consultório, algumas frases se repetem:

"Não quero enorme, mas quero que faça uma diferença"

"Minha amiga colocou 350 ml e eu acho enorme"

Mas, a realidade é que cada pessoa tem uma estrutura diferente da outra. Formato da mama, quantidade de pele, peso e altura. Assim, determinar o tamanho depende de cada paciente. E, 9 em cada 10 mulheres, depois de colocar os implantes, dizem a seguinte frase

"poderia ter colocado um pouquinho maior ..."

Então, o importante é compreender que cada pessoa tem um biotipo e a escolha do procedimento é individualizado e único. Lembre-se que você é única e cada caso é um caso.

DICA:

Faça a consulta, questione, discuta com seu médico os tamanhos, anote suas dúvidas e boa sorte! Bem-vinda ao mundo das turbinadas!